A função da Mulher

Tt 2:5
I Tm 2:15 

O mundo odeia o cristianismo. Portanto o que se espera de nós é que ao pregarmos a palavra do Senhor, sejamos perseguidos e odiados por ele. E se existe algo contestado pelo mundo é o modo que o cristianismo fala sobre família e o lugar da mulher em casa.
Há muitas ilustrações da igreja na bíblia: exército, edifício, lavoura, mas nenhuma é tão importante quanto a família. Mesmo porque esta não é uma ilustração é de fato uma realidade que vai permanecer por toda a eternidade, aja visto que no céu não precisaremos ser um exercito já que não vamos ter guerras para lutar, mas lá a única coisa que continuaremos a ser é uma família, por isto o diabo quer tanto destruir as famílias.
Minha mensagem hoje, com base nos textos acima é: Não é proibido que a mulher trabalhe (Pv 31), mas é proibido que ela passe a criação de seus filhos a outros.


1-A missão de educação dos filhos é dada a mãe e não a escola, a babá e nem aos parentes

Sl 127:3 diz que os filhos são benção do Senhor, porém nós como Esaú, estamos desprezando a benção. Pv 14:1A mulher sábia edifica sua casa”. A mulher sábia, não a baba, não a vovó, não a creche, mas sim você irmã é que deve ser responsável pela construção de um ambiente saudável em casa.
Atualmente as mães tem passado a responsabilidade da educação dos filhos para creches e escolas. Veja o que Mary Pryde, autora do livro, de volta ao lar, disse: “A creche é um dos males da sociedade moderna”. Vou citar para você um pequeno artigo que diz: “pesquisadores médicos descobriram um numero chocante de crianças com menos de 5 anos que estavam com doenças venéreas, e uma autoridade estadual relata que em 1983 foram fechadas 10x mais creches do que em 1978, por causa dos crimes sexuais”.
Em seu Livro “melhor tarde do que cedo” o autor defende a idéia que diz: “Até que eu tenha certeza de que eles serão capazes de se conduzir como cristãos maduros, não vou enviar meus filhos para uma situação onde eles irão enfrentar provável tentação sem minha ajuda. Quando meu filho for espiritualmente tão forte quanto Daniel, então que ele vá para a Babilônia”.
Em Is 8:19 diz: “a favor dos vivos se consultarão os mortos?”. Você acha mesmo que Freud, um cheirado de cocaína é uma boa influencia para seu filho? Você acredita mesmo que psicólogas que abandonaram seus filhos em casa por causa de uma carreira são pessoas confiáveis para te ensinar a como cuidar do seu filho? Sim porque as escolas jazem no maligno, e são conduzidas e influenciadas por estes tipos de pessoas.


2-Ninguém tem cuidado de um filho como o pai

Você que é mãe já perdeu a paciência com seu filho? Já ficou com vontade de esganá-los? Então imagina a babá, a vizinha… Quantos vídeos de babás espancando crianças nós necessitaremos para saber que nossos filhos têm que ser criados por nós? Quantas vezes mais precisaremos ouvir que na maior parte das vezes os abusos sexuais contra crianças são feitos por pessoas próximas e principalmente parentes, para assumir o cuidado dos nossos filhos?
O EUA tem um sistema de intercambio que é um absurdo. Um pai recebe em casa um garoto brasileiro, lhe prove um salário e moradia, em troca o garoto brasileiro serve de babá para o filho do casal americano. Meu deus, o pai deixa o filho na mão de um garoto de outro país, que ele não conhece e que talvez seja mais idiota que o próprio filho e depois não entendemos porque os EUA estão em crise econômica. “Ah, mas uma coisa não tem nada a ver com a outra”. Claro que tem. Meninos criados desta maneira tem um risco maior de crescerem delinqüentes, cheiradores de cocaína, e isto para a sociedade como um todo é catastrófico.
Moisés foi até Faraó pedir que este liberasse o povo de Israel para irem embora. Sabe a resposta do ditador? “Vocês podem ir, mas deixem as crianças” (Ex 10:11). Hoje temos aceitamos o convite do diabo, deixando nossos filhos nas mãos de Faraó, da escola ou do vizinho.
Pesquisadores têm afirmado que a maior causa de homossexualismo não é o abuso sexual quando crianças, e sim a falta de um referencial de masculinidade e feminilidade em casa.


3- A verdadeira causa do êxodo das mulheres de suas casas é a rebeldia

“Não gosto de cozinhar, cuidar de casa, de bebê”. Achamos normal, quando ouvimos isto de uma mulher e nos desculpamos dizendo que é uma questão de personalidade. Não, não é, é rebeldia e tem como pano de fundo o mesmo principio do homossexualismo. O que é um homossexual? É alguém que não aceita a ordenação de Deus: “Deus me fez de maneira errada, eu não gostaria de ser mulher” Ora, uma mulher que diz não gosta de criança é tão rebelde quanto um homossexual.
É abominável que uma mulher fazendo o mesmo serviço de um homem ganhe menos. É inaceitável que uma mulher não tenha direito ao voto. Graças a Deus isto está mudando em nosso país. No entanto, o que está por detrás mesmo do movimento feminista é uma rebeldia declarada contra Deus. Sobre a primeira conferencia do movimento feminista sobre espiritualidade das mulheres em 1976, um jornalista escreveu: 


De pé em cima dos bancos e dos púlpitos, elas dançavam com os seios de fora em meio aos hinários. A verdade é que elas estavam indignadas com os ensinos bíblicos dos homens do passado e aproveitaram essa oportunidade para afrontar e zombar abertamente do cristianismo numa igreja evangélica tradicional que elas haviam alugado para este evento” 


O mundo diz que você só será feliz, mulher, trabalhando fora. Será que ficar num escritório, cheio de estresse é melhor do que embalar seu bebê no colo? Será que trabalhar no meio desta selva é melhor do que ver seu filho crescer? Creio que não. 
Por que o mundo valoriza tanto o direito da mulher trabalhar fora mesmo ao preço dela deixar suas crianças abandonadas em casa? É porque o mundo valoriza dinheiro, carreira, enquanto que Jesus se importa com vidas. Quero te dizer algo: quando você decidiu ter um filho, você escolheu pela felicidade dele em primeiro lugar.
O cristianismo não é caracterizado pelo sucesso ou dinheiro, como muitos falsos mestres querem nos fazer acreditar, onde a prova de minha fé está no quão cheio está o meu bolso, o que define o cristianismo é o amor, a renuncia. Agora, se não estamos dispostos a nos sacrificar pelos nossos filhos, vamos fazer pelos nossos irmãos?
Sabe por que encontro mulheres cristãs que trabalham fora, enquanto deixam seus filhos em casa, tão estressadas? É porque um peixe não pode ser feliz fora d’água. Rm 2:15 diz que Deus colocou dentro de nós uma consciência. Eu não preciso pregar para você, dentro de ti a uma voz dizendo: “Algo está errado!”. Não sufoque esta voz, escute-a.
O cristianismo não é caracterizado pelo sucesso ou dinheiro, como muitos falsos mestres querem nos fazer acreditar, onde a prova de minha fé está no quão cheio está o meu bolso, o que define o cristianismo é o amor, a renuncia. Agora, se não estamos dispostos a nos sacrificar pelos nossos filhos, vamos fazer pelos nossos irmãos?
Logo após ganhar o prêmio Nobel da paz, Madre Tereza de Calcutá foi questionada: “O que faremos para trazer a paz mundial?”. Para sua surpresa, porque esperava receber uma solução inusitada, o repórter ouviu o seguinte: 

“Vão para casa e amem suas famílias”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s