Não confie na Promoção do Deus da Propaganda

É impressionante como alguns daqueles que se dizem Cristãos tem dado tão mal exemplo no meio religioso. Isto mesmo, justamente de onde esperávamos as melhores atitudes, onde esperávamos pessoas corretas, integras e diferenciadas, é aonde (infelizmente) saem um número infinito de soberbos, de pessoas com o coração fechado, triste e não quebrantado. Meu Deus, é aí que eu fico pensando, por quê?
Será que essas pessoas não lêem as bíblia? Será que os chamados ‘’Cristãos, Sal da Terra, Filhos de Deus, se quer perdem o seu ‘’Precioso Tempo’’ lendo a Palavra de Deus?


São Cristãos que se vestem de uma pomposa e magnânima elegância, mas na verdade são como sepulcros caiados. Na verdade por fora aparentam ser as mais belas pessoas, os ‘’super-hispirtuaixxx’’(aleluia-jeovah) mas por dentro não conseguem perdoar, não fazem agradam o coração de Deus. Teimam em falar na MARAVILHOSA TEOLOGIA DA BENÇÃO E REVELAÇÃO ATRAVÉS DE SUAS SUPER VISÕES, Mas na verdade pregam a desastrosa demologia da prosperidade e as suas super profetadas. Se quer chegam perto de traficantes, prostitutas, ladrões ou pessoas doentes afirmando que tais pessoas não passam de ímpios e desonrosos diante de Deus, Mas também não olham para a própria trave de seu olho. Julgam sempre julgam o pecado dos outros, mas não são humildes.

Será que esses Cristãos filhos do Deus da Propaganda leram isso?
“Nada façais por contenda ou por vanglória, mas por humildade; cada um considere os outros superiores a si mesmo.” ( Filipenses 2 : 3 )

Certa vez eu estava diante de meus familiares, um deles no qual amo muito, não fala comigo há anos. Mas este é Cristão. Eu fitei meus olhos nele afim de que ele me cumprimentasse, mas tudo o que ele me demonstrou foi um olhar frio e desprovido de qualquer perdão. Cometi um pecado contra ele? Sim. Mas essa pessoa como cristã não deveria me perdoar?Os anos se passam e esta pessoa ainda não me perdoou. Não estou criticando as motivações dele com Cristo, mas será que Deus está contente com essa atitude dele?

Crentes que não perdoam. Cristãos que não conseguem dizer eu te amo para ninguém.
A não ser as pessoas na hora dos cultos.

“Semelhantemente vós jovens, sede sujeitos aos anciãos; e sede todos sujeitos uns aos outros, e revesti-vos de humildade, porque Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes.” (I Pedro 5 : 5)

Mas aí Você me pergunta: Por que essa historia de Deus da Propaganda?
Quando você vai comprar algum produto você prefere aquele mais bonito. Aquele que chama mais atenção. Isto é humano. A preferência pelas coisas mais belas é algo que vem desde a criação com Adão e Eva e vem até aos tempos mais modernos.



Pois então.Por que eu falo de Deus da Propaganda. Não estou falando sobre costumes e doutrinas estou falando de atitudes que saem do intimo do coração das pessoas.

Acho legal as pessoas se vestirem bem para irem a igreja, para andar na rua, para apresentar um Deus diferente, sem escândalos ou outras coisas.

Mas muitos, isto mesmo, muitos tem se vestido muito bem, tem se apresentado como os mais belos diante de Deus.



Mas por dentro, são os mais sujos. São os mais impuros.
São pessoas vazias sem compaixão e misericórdia. Não tem a face de Jesus.
Não se parecem com Jesus.
Não tentam fazer coisas e tomar as atitudes que Jesus faria.
Servem ao Deus da falsa propaganda que por fora é bela viola e por dentro um pão bolorento.

“O que despreza ao seu próximo peca, mas o que se compadece dos humildes é bem-aventurado.” (Provérbios 14 : 21)

Esses dias eu estava ouvindo um programa de Rádio que dizia:
O HOMEM DE DEUS, O PASTOR ABENÇOADO, QUE FALA E OS DEMONIOS SAEM, QUE CURA, QUE TRANSFORMA, QUE É CHEIO DE AUTORIDADEEEEEEEEEE.
Eu sempre cito esse exemplo deste programa. Meu Deus. Que coisa!
O pastor que faz isso e aquilo. E Jesus? Aonde entra nessa historia?

“Em vindo a soberba, virá também a afronta; mas com os humildes está a sabedoria.” (Provérbios 11 : 2)

Melhor é ser humilde de espírito com os mansos, do que repartir o despojo com os soberbos.” (Provérbios 16 : 19)

Jesus é humilde, Ele é o exemplo que devamos seguir para sermos Cristãos. Mas hoje em dia há pessoas que se escondem atrás de seu ternos e gravata, batina e selibato mas por dentro são tão duros quanto Judas Escariotes.
Por que? Ser Cristão é ser cheio de Poder? Mais do que qualquer outro?
Opa, Espere um pouquinho. Tem algo errado. Ser cristão é sim ter autoridade para pisar serpentes e escorpiões mas, também é ser humilde em tudo. Afinal humildade é um principio de cristandade.
“Sede unânimes entre vós; não ambicioneis coisas altas, mas acomodai-vos às humildes; não sejais sábios em vós mesmos;” (Romanos 12 : 16)
Fica aqui um princípio.
Ou você é de Deus, Ou você é de Deus da Propaganda. Não há meio termo.
Ou você é humilde como Jesus, Tem coração quebrantado, Perdoa seu próximo, Ama seu Proximo, Ora por ele. Se compadece por ele, assim como Jesus ou você é do Deus da Propaganda que veste seu terninho todo santo dia e se esconde atrás dele.
A decisão é sua.
Não ouça e dê ouvidos aos que servem ao Deus da Propaganda. Pois são eles fariseus.

Porque tais falsos apóstolos são obreiros fraudulentos, transfigurando-se em apóstolos de Cristo.” (II Coríntios 11 : 13)
Sirva ao nosso senhor Jesus Cristo. Ele sim é o verdadeiro exemplo.

“O SENHOR eleva os humildes, e abate os ímpios até à terra.” (Salmos 147 : 6)
Ele não fez propaganda. Ele já te Deu a Vida eterna, Ele não te faz promoção.

Ele já te deu a Salvação!

Autor: Heverton de Oliveira

Sabendo Isto – Fazendo Isto

Rm 6:6 “sabendo isto: que foi crucificado com ele o nosso velho homem, para que o corpo do pecado seja destruído, e não sirvamos o pecado como escravos” 

Por que não é raro vermos tantos religiosos fazendo besteiras? O que explica a quantidade de padres acusados de pedofilia, pastores ladrões e uma crentolandia imoral?



Algumas destas pessoas são ser-vergonhas mesmo e estão apenas escondendo-se atrás de uma batina, mas muitos outros são pessoas sinceras, no entanto, mesmo assim parecem não conseguir vencer o pecado. Por que? É que a religião sem a graça produz desgraça. A religião dos fariseus, que confia em si, que às vezes tem sinceridade e dedicação acaba sempre matando Jesus. A letra sem espírito assassina. Fazer coisas para Ele, sem primeiro receber o que Ele já fez por mim é a lei desprovida da graça e vida cristã não começa com o homem fazendo algo para Deus, e sim conosco crendo no que Ele já fez por nós. 

Uma outra forma de dizer tudo isto é: Religião sem revelação é confusão.

Revelação não é necessariamente ver o que ninguém nunca viu, algumas vezes é ver o que estava ali. O servo de Eliseu estava preocupado com a quantidade de inimigos que os cercavam, então Eliseu orou para que Deus abrisse os olhos de Geazi e ele viu a quantidade de anjos que Deus havia enviado para protegê-los. Eles já estivam ali, Geazi só não tinha revelação disto. Todo mundo sabe com a mente que Deus está em todos os lugares, mas quantos tem revelação disto? Todo mundo sabe com a mente da existência do inferno, mas porque somente alguns se arrependem?



Por causa da revelação.


Qual o caminho para termos revelação? Primeiro pagando um preço. Em Ap 3:18 Deus ordenou que a igreja de Laodicéia comprasse colírio para ver. Segundo tendo um coração quebrantado. Os fariseus não viam que Jesus era o Cristo por conta da dureza de coração. Ananias foi até Paulo para abrir os olhos dele. Hoje eu posso ser um Ananias na sua vida, se ao ler este blog, o seu coração se abrir e encher de fé, você nunca mais será o mesmo. 


Vamos aos Princípios: 


1-Sabendo isto


Vida cristã não começa com fazendo isto, e sim com sabendo isto. Ou seja, ele inicia com revelação. Para criar o mundo a primeira coisa que Deus disse foi: “Haja luz”. Porque não se constrói nada nas trevas. CL 1:13 diz que fomos libertamos do império das trevas. Em At 26:18 Paulo diz que foi enviado aos gentios para “lhes abrires os olhos e os converteres das trevas para a luz”. Das dez pragas liberadas contra o Egito um era trevas, que fez com que o povo permanecesse 3 dias sem poder se mover. Em Ef 1:16 Paulo ora para que tenhamos os olhos do coração iluminados e em Jo 8:32 Jesus diz que é conhecendo a verdade que seremos libertos. 
Fariseus oravam, eram zelosos (Rm 10:2), mas não possuíam revelação: “Mas até hoje, quando é lido Moisés, o véu está posto sobre o coração deles”. A transformação de um crente só acontece de olhos abertos: “E todos nós, com o rosto desvendado, contemplando, como por espelho, a glória do Senhor, somos transformados, de glória em glória, na sua própria imagem, como pelo Senhor, o Espírito” (II Co 3:18). O tema de Paulo em Rm 6 é a vitória sobre o pecado ou a santificação. E para que isto aconteça ele cita o verbo saber o tempo inteiro: v.3ignorais, v.6 sabendo, v.9 sabedores, v 16 não sabeis. Em outras palavras: “você precisam ter revelação do que Deus fez por vocês”.






Mas o que eu preciso saber? Que o meu velho homem morreu, mas a carne vive. Velho homem é o meu antigo eu e carne é a minha natureza pecaminosa. Já viu um menininho passeando com um cachorrão na coleira? Quase sempre o cachorrão é quem conduz. O nosso velho homem é este menininho, o pecado é o cachorrão. Antes o pecado nos dirigia, agora somos nós que estamos no controle da nossa vida, ou melhor, Cristo. Veja, o pecado não morreu, fui eu quem morri. Minha natureza continua aí tentando me pegar, mas agora, eu não sou mais um Adãozinho fraco, e sim uma nova criatura em Cristo que pode dizer não para o cachorrão.

Nós vencemos o pecado através da revelação porque ela é a responsável por despertar a nossa fé, a na vida cristã tudo é conquistado pela fé. Rm 6:8 “Ora, se já morremos com Cristo, cremos que também com ele viveremos”. Primeiro a revelação da verdade, “morremos com Cristo”. Depois a fé “cremos”. Por que muitos crentes lutam contra o pecado e perdem? Ora, porque eles não acreditam que podem vencê-lo, eles são como o povo de Israel, que pelo fato de se enxergarem como gafanhotos não tem coragem para lutar contra os gigantes de Canaã. 
Paulo diz que agora nós somos escravos da justiça (Rm 6:10). Antes éramos escravos do pecado, e isto significa dizer que não tínhamos escolha, éramos obrigados servir e segui-lo, mesmo que quiséssemos dizer não a ele não possuíamos força para isto. Só que sabe qual é a benção dentro disto? Que o mesmo vale para a justiça. Não tem mais jeito, nós estamos estragados para o mundo, jamais voltaremos a viver na lama. 


2-Fazendo isto 

Os cristãos se dividem em dois grupos quando o assunto é vencer o pecado: “Faço tudo ou faço nada”. O primeiro grupo prega que você deve se esforçar e o segundo diz que seu dever é apenas descansar, pois a obra é de Cristo. É a turma do tudo posso em mim e do nada posso em mim. Mas de que lado nós ficamos nesta história? Em nenhum, seguimos a Jesus que nos ensina a dizer: “Nada em mim, tudo posso nele”. Nós descansamos enquanto nos esforçamos porque a nossa força está no nosso descanso. 
Paulo acabou de dizer o que temos em Cristo, então com base no que eu sou eu faço. Se eu ainda fosse escravo do pecado não adiantaria lutar, mas como fui livre eu entrei no descanso e portanto posso usar todas as minhas energias, que vem de Cristo é claro, contra o pecado. 
Rm 6:20 “ porque, quando éreis escravos do pecado, estáveis isentos em relação a justiça”. Como eu vou cobrar de uma galinha que voe? Por isto vocês estavam isentos no passado. Mas agora, vocês nasceram de novo tornando-se águias. Portanto, ajam como tais e voem para bem longe do pecado. O fato de que nascemos de novo e temos a vida de Deus em não quer dizer que não precisamos travar uma luta contra o pecado. Muito pelo contrário, antes nós não guerreávamos contra ele porque não tínhamos condições, mas agora temos. Israel foi liberto do Egito, e ainda assim precisava destruir os gigantes de Canaã. Por isto que Hb 12:4 diz “Ora, na vossa luta contra o pecado, ainda não tendes resistido até o ao sangue”.

“Agora, porém, libertados do pecado, transformados em servos de Deus, tendes o vosso fruto para a santificação e, por fim, a vida eterna” (Rm 6:22). “Agora porém”, estas expressões tem que fazer o seu coração pulsar, porque por detrás dela há uma profusão de grandezas. Ele vem contando como éramos, a vida escrava e devassa que tínhamos, mostrando assim que em nós estávamos condenados e não havia nada que pudéssemos fazer. Mas “agora”, que estamos “Em Cristo” as coisas são outras. Podemos ir para cima dos nossos gigantes assim como Davi avançou contra Golias, pois nome do Senhor dos Exércitos não haverá muralha tão alta que não cairá diante de umas pedradas cheias de fé.



Deus abençoe a você leitor deste blog!

Autor: Pr. Rodrigo David Mocellin